Qual o problema com o biquini de lacinho? HEINNNNNN?

Se todas as sapas fossem como a personagem Carmen, as férias de muitas estariam garantidas rs.

Se todas as dykes fossem como a personagem Carmen, as férias de muitas estariam garantidas rs.

Então tá. Estava de férias curtindo a paisagem suave (piada interna) do litoral norte quando me deparo com uma moda praia bem traumatizante. Duas cidadãs trocando carícias à beira mar. Até aí, ótimo, super lésbico da parte delas. O que me revirou o estômago foi o traje de uma das colegas. Vamos direto ao assunto: POR QUE TEM SAPATÃO QUE NÃO CONSEGUE SE DESPIR NA PRAIA? PRÁ QUE USAR TOP MEU PAI DO CÉU… ALIÁS, QUEM FOI O FILHO DA PUTA QUE INVENTOU ESSE ARTIGO SAPATÕNICO CHAMADO TOP?  Para quem não sabe, 9 em cada 10 sapas usam top por se sentirem mais… CONFORTÁVEIS. Tradução: sou desleixada e meu corpo tá zuado pq tenho preguiça de malhar. Olha, se ficasse só no top táva bom… porém, existe o amigo INSEPARÁVEL do top. Trata-se do bermudão, ou, no caso das mais evoluídas, um bom suquini (uma espécie intergaláctica  que nasce da mistura do biquini com a sunga). Em ambos os casos não é possível ver nenhum detalhe do corpo da menina… o que na maioria das vezes é até melhor.

Anúncios

Combo lésbico

esqueleto lesbico

Ok, o mundo está cheio de combos. Lanchonetes, locadoras de vídeo, lojas de roupa, sorveteria, pizzaria, motel e até a sua namorada é um combo. Por mais R$ 2 você pode levar uma ex tamanho grande, a sogra da ex tamanho médio e os cachorros tamanho pequeno. Não tenho mais saco para os combos da vida. Quem disse que quero levar mais? Não tenho duas mãos para segurar dois sorvetes. Não tenho tempo para ver sete filmes porque escolhi dois. Não tenho vontade de levar o telefone via VOIP – que sempre cai – por mais R$ 1 só porque contratei o serviço de tv por assinatura e internet banda larga. Voltando para o mundo lésbico, quase tudo é um combo. Você começa a namorar e por mais R$ 0,99 leva um chiclete cujo sabor dura prá sempre até atrofiar o seu maxilar. Por mais R$ 2 você pode participar de churrascos quase todos os fins de semana e levar totalmente grátis encontros regados a cerveja – bebida oficial das meninas que amam meninas (cafoniceeeeeeee). Gratuitamente uma barriga que não existia também faz parte do pacote. QUEM INVENTOU ESSA PORRA DE COMBO?

Hope Solo: coma com moderação

O texto explicativo sobre como os canhões da seleção brasileira de futebol feminino caíram diante da goleira Hope Solo dos USA está no post anterior. Esse aqui é só para degustação. Pq nem todo sapatão precisa ser um canhão.

goleira 3

goleira

WWCup US Soccer

goleira 4

goleira 5

Futebol feminino: saptão que é sapatão…

é por isso que a seleção feminina de futebol levou prata em 2008

é por isso que a seleção feminina de futebol levou prata em 2008

Sem dúvida que esse post está super atrasado, as Olimpíadas rolaram em 2008. Mas, pow eu esqueci de comentar naquela época, então, vamos lá. A seleção brasileira de futebol feminino perdeu para as deliciosas americanas e ficaram com a prata. Mas não é difícil entender… com aquele bando de canhão sem recuo (CSR) – um tipo especial de canhão com uma retro-abertura que permite a saída por trás dos gases provocados pelo disparo da sua munição (sacou a explicação sapatônica?) – da seleção brasileira de futebol feminino, as meninas não conseguirão se concentrar diante da goleira do USA… FALE A VERDADE: VOCÊ TERIA CORAGEM DE CHUTAR UMA BOLA EM CIMA DA HOPE SOLO? pois é, nem os canhões da seleção brasileira de futebol feminino do Brasil. Simples assim.

E subo (de verdade) bem alto prá gritar que é amor…

bata tipo sapatão

bata tipo sapatão

Na boa, vamos lá. Outro dia fui num barzinho novo que abriu aqui em SP e confesso ter ficado bem tensa. A fachada era legal. A recepcionista, tiazona de colete (pq essa porra voltou à moda?) super gentil. No entanto, quando adentro o recinto… pá!!!!! Uma mulher de bata (meu Deus, pq usar essa capa de galão d’água hein?????) cantava MPB enquanto um carinha dedilhava com voracidade seu violão com  aquela melodia super complexa: “… eu vou de escada prá elevar a dor”. Ok, a questão não é essa… o pior de tudo mesmo é o que veio depois. Uma fulana saiu de um canto escuro como num vôo sublime rumo ao centro do salão e começou a se sacudir parecendo que tava num terreiro. Adivinhem? Sim, ela estava de bata… bem esvoaçante. Suas pernas pareciam estar desconectadas com seu tronco, mas mesmo assim ela saltava como se estivesse num trampolim… então, ergueu os braços como se quisesse preencher todo o espaço ao seu redor, algo do tipo “I will survive”. Quem estava ao seu redor teve que abrir espaço pq a mina de fato queria subir bem alto prá gritar que é amor, com aquela batinha deprimente que tira o tesão (aliás, se quer surge um tesão) de qualquer um. Moral da história: pq tem sapatão que adora esconder as banhas por trás de uma batinha florida? Que caralho.

MOSTRA, MOSTRA, MOSTRA

 

Bruni in natura

Bruni in natura

Notícia da boa. Centenas de fotos de Carla Bruni na intimidade com seu ex-namorado Raphael Enghoven foram roubadas em Paris, na última sexta-feira 27, informou o jornal Daily Mail. De acordo com a publicação, a polícia agora teme que as imagens sejam divulgadas. 

TÂMO NO AGUARDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 

PUXA BEM, MAS PUXA BEM MESMO

corujao

Momento firma: ok, sempre falo sobre sapas aqui mas é inevitável comentar sobre o ser chamado PATRÃO. O chef é assim, grande, forte, várias idéias, hora mal humorado, hora mal humorado também e sobretudo um subordinado muito do engomadinho, tipo fofo. Ele deseja um dia cheio de lírios para os diretores e está sempre pronto para passar a madrugada – e carregar sua equipe – para adiantar um trabalho extra que talvez nem exista. Mas nada, nada, nada, nada, nada NADA NADA NADA como o prazer de puxar bem gostoso o saco do superior. Então ele é assim, coloca a camisa, abotoa, alinha e ajeita a gola… ou seja, ELE DE FATO VESTE A CAMISA, inclusive a de força. O ápice dessa história é querer instalar o corujão na firma para informar o superior sobre qualquer dado, estatístico ou não, que possa mudar os rumos da empresa, da sociedade, do setor financeiro ou de uma descarga. É isso.

DOMINGÃO DO SAPATÃO

ferramentas

 

Sapatão que é sapatão não frequenta loja de decoração não (comentário interior: odeio rimas), frequenta é loja de ferragens porque sempre tem algo na casa que precisa ser mexido e não se trata de mudar vasos de lugar ou pintar uma parede, mesmo porque o máximo que ela faria nesse caso seria passar massa corrida. Enfim, sapatão vai de domingo naquelas famosas loja de construção ou, se estiver com preguicinha causada pela breja acaba indo na loja de ferragens perto de casa. Todas amam seus canivetes suíços tanto quanto sua maletinha de ferramentas herdada pelo papito. Por que hein? Por queeeeeeeeeeeeeee?????

Beijo meninas, logo não sou lésbica

teen dykes

teen dykes

 

 

Ok. Se as sapas tradicionais do farol são irritantes, porém necessárias porque praticamente significam o patrimônio cultural das dykes de SP, as novatas na área não ficam pra trás. Depois da balada repetitiva e rasa da baby Kate Perry “i Kissed a girl”, o bagulho ficou tenso. As gatinhas de 15 e 16 anos resolveram abrir a gavetinha do armário e dar selinhos em suas best friends, aquelas “mais que demais” da agenda e o resultado é essa foto acima. Trata-se de um campeonato promovido por um site australiano  (http://pics.nova100.com.au/galleries/i-kissed-a-girl-all-entries/3 ) onde as gurias dão selinhos ou mordiscadas na boca das amiguinhas para entrar na moda mais que demais. Nesse sábado estava em Ubatuba quando um grupo de meninas munidas  de seus respectivos fofuchos decidem beber todas para abrir a gavetinha. E assim foi. Um show de selinhos e, consequentemente, a insuportável crise de identidade. Acho que tão de saco cheio quanto eu deve estar a cantora assumidamente lésbica Jen Foster (abaixo). Ela lançou um single provocando a fofucha Kate Perry em que narra a casquinha que tirou de uma moça hétero. E, ao contrário de Perry, Foster não fica só no beijinho. Na canção “I Didn’t Just Kissed Her” ela diz: “Eu não só a beijei. Fomos até o fim e eu gostei”. Bom, se a kate foi capaz de encorajar as teens a abrir a gavetinha, podemos esperar uma explosão de closets com cartazes do NX zero e Fresno sendo escancarados para os próximos meses. Por queeeeeeeeeeeeee???????

 

Jen foi até o fim

Jen foi até o fim

 

 


A esposinha

 

esposa-ideal1

 

 

Nada, nada, nada, nada, nada pior nessa vida do que a sapa esposinha. Impuslionadas pela preguiça elas adoram cuidar do lar, lavar, passar e polir tudinho. Tudo para quando o mosão chegar. Parece que a submissão funciona como afrodisíaco, sem contar no prazer que dá ter que pedir dinheiro para tudo que irá fazer. Só tem um probleminha: a baranguice da esposinha. Com o tempo esse comodismo se transforma numa gigantesca borracharia com pneus em todo o corpo da esposinha baranguinha. Daí cabe ao mosão dar um ponta pé para que a fofa saia rolando de sua vida. Pqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqq

« Older entries