E subo (de verdade) bem alto prá gritar que é amor…

bata tipo sapatão

bata tipo sapatão

Na boa, vamos lá. Outro dia fui num barzinho novo que abriu aqui em SP e confesso ter ficado bem tensa. A fachada era legal. A recepcionista, tiazona de colete (pq essa porra voltou à moda?) super gentil. No entanto, quando adentro o recinto… pá!!!!! Uma mulher de bata (meu Deus, pq usar essa capa de galão d’água hein?????) cantava MPB enquanto um carinha dedilhava com voracidade seu violão com  aquela melodia super complexa: “… eu vou de escada prá elevar a dor”. Ok, a questão não é essa… o pior de tudo mesmo é o que veio depois. Uma fulana saiu de um canto escuro como num vôo sublime rumo ao centro do salão e começou a se sacudir parecendo que tava num terreiro. Adivinhem? Sim, ela estava de bata… bem esvoaçante. Suas pernas pareciam estar desconectadas com seu tronco, mas mesmo assim ela saltava como se estivesse num trampolim… então, ergueu os braços como se quisesse preencher todo o espaço ao seu redor, algo do tipo “I will survive”. Quem estava ao seu redor teve que abrir espaço pq a mina de fato queria subir bem alto prá gritar que é amor, com aquela batinha deprimente que tira o tesão (aliás, se quer surge um tesão) de qualquer um. Moral da história: pq tem sapatão que adora esconder as banhas por trás de uma batinha florida? Que caralho.

Anúncios

1 Comentário »

  1. na Said:

    adoreeeeeei, parceira, que caraaaaalho mesmo. aqui em salvador tá cheio disso aí hahaha


{ RSS feed for comments on this post} · { TrackBack URI }

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: